Portuguese Arabic Bengali Chinese (Traditional) English French German Hindi Indonesian Italian Korean Russian Spanish Thai Ukrainian Urdu

A Dor da Espera

No mês de junho do ano de 2001 o Senhor falou comigo através da Sua Palavra: "Termine primeiro o seu trabalho a céu aberto; deixe pronta a sua lavoura. Depois constitua família." (Provérbios 24:27 NVI). Questionei várias vezes ao Senhor sobre esta palavra.

Por fim, entendi que deveria desenvolver primeiro o meu trabalho missionário e depois constituir família. Foi doloroso. Naquela época eu já tinha 37 anos, não estava acreditando que Deus estava fazendo aquilo comigo. Sentei e chorei muito. 
Em algumas ocasiões o Senhor nos deixa sem nenhuma escolha. A vontade dEle sempre prevalece. Só nos resta obedecer. E foi justamente o que eu fiz. Passei a me dedicar mais intensamente ao trabalho missionário. O tempo passou, eu tinha mais de 40 anos, e um dia encontrei com uma colega de infância. Olá, tudo bem? Sim. E você, Pierre, já casou? Respondi que não. Teve filhos? Perguntou ela novamente muito curiosa. Respondi que não. Então ela disse: O que você ficou fazendo da vida durante todo este tempo? Fiquei mudo, envergonhado e sem resposta. Comecei a pensar que havia fracassado na vida. Com mais de 40 anos, solteiro, sem filhos, morando sozinho... A dor aumentou.
Em minhas reflexões, pude entender que as pessoas têm um tempo diferente para lidar com a vida. Existem pessoas que trabalham e não podem estudar, outros se dedicam ao estudo e não podem trabalhar, alguns tem filhos e não estudam, e assim por diante. Depende muito da reação que temos às demandas da vida. Eu escolhi primeiro o reino e por isso deveria estar disposto a sofrer as consequências da "minha escolha". Sabendo que havia me sido imposta pelo Criador.
Algumas vezes eu chorava e perguntava ao Senhor: e aí, já está pronta a lavoura? E Ele nada me respondia. Pensei diversas vezes em dar uma ajudinha para o Senhor. Em algumas eu tentava, mas sempre dava errado e a dor aumentava. Conversei com uma pessoa que disse: Pierre, você é muito legal, mas eu prefiro ficar com um homem que possa me dar estabilidade financeira.
Senhor, e agora? Eu sou dependente de Ti e a coisa é mais complicada do que eu imaginava. Como posso eu, que sou dependente do Senhor, sustentar uma família?  Sempre que pensava me entristecia. Deus ministrava sempre ao meu coração sobre a importância do trabalho de semear o evangelho.
"Aquele que sai chorando enquanto lança a semente, voltará com cantos de alegria, trazendo os seus feixes." (Salmos 126:6)
Em meados de 2007 falei com o Pastor Jarmuth: Quero convidar você para celebrar a cerimônia do meu casamento. Ele ficou empolgado e perguntou: quem é a noiva? Eu respondi que não tinha. Você está namorando? Perguntou curioso. Respondi novamente que não. Você pelo menos tem alguém em vista? Mais uma vez eu respondi que não. Ele sorriu e disse: Você está como Abraão, já tem o cutelo, a lenha ... e o cordeiro? O Senhor proverá! E começamos a rir.
Em abril de 2010 acordei muito triste. Não me conformava com aquela situação. Precisei decidir entre ficar triste ou mudar o ânimo. Então comecei a pensar em minhas qualidades e liguei para a Milena. Eu não acredito que estou sozinho. Eu tenho compromisso com Deus, sei lavar louça, cozinhar e passar. Eu sou um bom partido! Ela disse: não, Pierre, você não é. Não sou? Você me conhece, Milena, como assim? Peguntei espantado. Então ela disse sorridente: você não é um bom partido, você é um partidão, você é o sonho de consumo de toda mulher. Como assim, Milena? A mulher que casar com você está feita porque ela não vai ter sogra. Não existe coisa melhor para uma mulher do que casar com um homem que não tenha mãe. Caímos na gargalhada. Durante momentos difíceis de nossa vida é muito importante termos amigos que possam dividir a carga e nos mostrar as coisas por uma perspectiva mais otimista.
Após ter retornado de Londres, no início de 2011, eu sabia que o Senhor estava se movendo para fazer algo em minha vida. Comecei a buscar Sua presença e mais uma vez o Senhor falou comigo através da vida de Caleb, que passou pelo deserto, tinha 85 anos quando recebeu a promessa e ainda estava pronto para a batalha. Aprendi que aquele que espera no Senhor, sempre faz as melhores escolhas.
No mês de junho de 2011, DEZ ANOS após o Senhor ter falado comigo sobre família, conheci a Elaina em um dos nossos projetos missionários. Eu estava com mais de 45 anos. As coisas aconteceram muito rapidamente e nós recebemos a mesma palavra do Senhor: "Quando o Senhor trouxe os cativos de volta a Sião, foi como um sonho.Então a nossa boca encheu-se de riso, e a nossa língua de cantos de alegria. Até nas outras nações se dizia: "O Senhor fez coisas grandiosas por este povo".Sim, coisas grandiosas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres." (Salmos 126:1-3)
Nos casamos no dia 11 de agosto de 2012. O Senhor sempre faz infinitamente mais do que pedimos ou pensamos. Por isso, é possível ver nas fotos do nosso casamento que estávamos como quem sonha e muito alegres.
Agradecemos a todos aqueles que estiveram orando pelas nossas vidas. 
A espera dói, mas vale a pena!
Após algum tempo a Elaina engravidou e nossa prometida bênção chegou! Ester, nossa filha, veio para formar Uma Família Missionária. Enfrentamos grandes lutas, mas continuamos confiando no Senhor, que nos chamou. Como está escrito: Quem presta atenção no que lhe ensinam terá sucesso; quem confia no Senhor será feliz. (Provérbios 16:20)

Depois de 3 anos o Senhor enviou o Nicolas!

Abaixo, está um cântico que é pertinente a uma vida de dedicação ao Criador do Universo:

Como é feliz quem teme o Senhor, quem anda em seus caminhos!
Você comerá do fruto do seu trabalho, e será feliz e próspero.
Sua mulher será como videira frutífera em sua casa; seus filhos serão como brotos de oliveira ao redor da sua mesa.
Assim será abençoado o homem que teme o Senhor!
Que o Senhor o abençoe desde Sião, para que você veja a prosperidade de Jerusalém todos os dias da sua vida,
e veja os filhos dos seus filhos. Haja paz em Israel! (Salmos 128:1-6 NVI)

Então, a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua, de júbilo; então, entre as nações se dizia: Grandes coisas o SENHOR tem feito por eles.
Com efeito, grandes coisas fez o SENHOR por nós; por isso, estamos alegres. (Salmos 126:2-3)

Ao SENHOR seja a nossa gratidão, a Glória, a Honra, o Louvor e a Adoração eternamente. Amém

Aos nossos parentes e amigos o nosso muito obrigado por suas orações e apoio. O Senhor os abençoe!
 

Super User

Trabalhando Para Alcançar Pessoas

Website: https://www.missoesurbanas.com/

Leave a comment

ESTAMOS COMBANTENDO SPAM. POR FAVOR, FAÇA O SEU COMENTÁRIO. CLIQUE NA CAIXA PARA MOSTRAR QUE VOCÊ NÃO É UM ROBÔ. PRESSIONE O BOTÃO VERMELHO ATÉ QUE FIQUE PRETO PARA QUE O SEU COMENTÁRIO SEJA ENVIADO. MUITO OBRIGADO.

captcha 

Log in or Sign up

Login